Áreas de Atuação

Tratamento do Mau Hálito

Destinado a pessoas que tem mau hálito/halitose persistente, que mesmo cuidando muito da higiene bucal, não tendo problemas dentários ou de saúde em geral, o hálito está sempre ruim.

Boca Seca/Hipossalivação

Destinado a pessoas que constantemente sentem a boca seca, mesmo quando ingerem quantidade adequada de líquidos.

Ardência Bucal e Lingual

Tratamento dos casos onde constantemente as pessoas sentem uma sensação de queimação na boca ou língua, sem uma causa aparente, gerando irritação e inquietude ao longo do dia.

Mau Hálito/Halitose

O mau hálito ou halitose, como cientificamente é chamada, tem um efeito devastador sobre a autoestima e qualidade de vida das pessoas que possuem o problema.

Insegurança, medo de falar próximo a outras pessoas, dificuldades no estabelecimento de relações profissionais e afetivas, tendência ao isolamento e à depressão, são características comuns nas pessoas que tem halitose.

Apesar de muito antigo, o mau hálito até recentemente era pouco estudado. Poucos profissionais de saúde tratavam o problema. A consequência disso é que muitas pessoas passaram a vida inteira sofrendo, sem nunca encontrar solução. Recentemente o tratamento da halitose tem se popularizado, mas mesmo assim restrito a poucos profissionais, e em poucas cidades no Brasil.

Poucos profissionais de saúde se dispunham a tratar a halitose de forma científica e baseada em evidencias, pois existiam poucos estudos a respeito, isso fez com que o tratamento do mau hálito fosse deixado para a indústria farmacêutica, que fabricavam, e ainda fabricam, muitos produtos como enxaguantes bucais, sprays refrescantes, etc., com a promessa de curar o problema, quando na verdade tem pouco ou nenhum efeito, ou no máximo mascaram o problema por um curtíssimo espaço de tempo.

Só um tratamento baseado nas causas que estão causando o problema, pode resolver a halitose de forma eficaz e duradoura. Isso porque o mau hálito pode ser causado por mais de 60 possíveis causas. Mais de 90% dos casos de mau hálito a causa está na boca, ou tem repercussão bucal.

Alterações no padrão salivar (pouca saliva, ou saliva muito grossa), descamação exagerada do epitélio bucal, deficiências vitamínicas, estresse, uso de determinados medicamentos, hábitos inadequados, etc., são as causas mais frequentes que levam as pessoas a ter halitose.

Parece controverso, mas a maioria das pessoas que tem mau hálito, tem uma higiene bucal bem superior à média da população, pois por medo de ficar com o hálito ruim, essas pessoas escovam os dentes várias vezes ao dia, e mesmo assim o problema persiste.

Embora muitas pessoas, e até mesmo profissionais de saúde, acreditem que o mau hálito pode ser causado pelo estômago, e por esse motivo, a quase totalidade das pessoas que procuram tratamento já foram ao gastroenterologista, fizeram endoscopias e mesmo assim o problema continuou. Podemos afirmar que é extremamente raro o estômago ser causador de halitose, mesmo quando na presença de gastrite e refluxo. A literatura fala que em torno de 1% dos casos pode ser do estômago, mas a experiência clínica nos mostra que esse número é muito menor.

Enfim, o importante é saber que quando bem diagnosticada as causas do mau hálito, fica fácil estabelecer um tratamento eficaz, e dessa forma reestabelecer a confiança e autoestima de quem sofre com o problema.

Perguntas frequentes

  • Eu preciso de tratamento para o hálito?

    Normalmente o mau hálito não é indicativo de doença, costuma ser apenas uma sinalização de alguma alteração fisiológica. Obs.: Em alguns casos a halitose possa sinalizar problemas como diabetes, problemas hepáticos, etc., No entanto, se o seu hálito está lhe causando problemas como autoestima baixa, dificuldade de relacionamentos profissionais ou afetivos, vergonha, insegurança, etc., e isso repercutir no seu estado emocional, você certamente se beneficiará muito ao resolver o problema, pois cer

  • Como é feito o tratamento?

    O tratamento é feito após o diagnóstico do problema, ou seja primeiro se descobre porque o mau hálito está se manifestando. A partir daí se prescreve o tratamento que é feito com medicamentos, mudança de hábitos, aquisição de novos hábitos, etc., ou seja, cada caso é tratado de forma especifica, e de acordo com as causas que estão provocando o problema.

  • Quais os horários de atendimento?

    Atendemos em Teresina uma vez por mês, sempre numa sexta-feira e em um sábado. Em Petrolina (PE) também uma vez por mês, sempre em um sábado. As consultas são com hora marcada, e duram uma hora quando da primeira consulta.

  • Como posso saber mais sobre o tratamento?

    Você pode entrar em contato conosco pelo e-mail: consultoriodohalito@uol.com.br, pelo nosso WhatsApp ou clicando aqui.

Dr. Valderino Castro

Formação

  • Odontologia, pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) no ano de 1998;
  • Habilitação no Diagnóstico e Tratamento da Halitose, pelo Instituto Saud Bucal no ano de 2000;
  • Pós-graduação em Fisiologia Humana, pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC);
  • Diversos cursos de capacitação e atualização em Halitose.

Experiência Profissional

  • Atuação na área de Halitose desde o ano 2000;
  • Membro da Associação Brasileira de Halitose (ABHA);
  • Palestrante na área de Halitose.
     

Locais de Atendimento

Teresina (PI)
Avenida Arlindo Nogueira, 333 - Centro
Ed. Luiz Fortes, sala 06 (Próximo praça do Fripisa)

Petrolina (PE)
Rua Dr. Júlio de Melo, 274 - Centro
(Próximo Praça das Algarobas)

Salvador (BA)
Av. Antônio Carlos Magalhães. nº 3244
Empresarial Thomé de Souza SL. 808
Caminho das Árvores
41.820-000



Agendamento de consulta

Teresina (PI) :
Fone / Whatsapp (86) 9.8817.1721

Petrolina (PE) :
Fone / Whatsapp (87) 9.8855.0397

Salvador (BA) :
Whatsapp (71) 9.9395.1805
Fone (71) 3013.4566 

Email: consultoriodohalito@uol.com.br

Contate-nos

 
Back to top